Ruraltins apoia produtor na instalação de agroindústria de polpa de fruta

Com o apoio do Ruraltins, o produtor conseguiu a instalação da agroindústria e o registro sanitário Governo do Tocantins Na propriedade rural são produzidas poupas de frutas como goiaba, maracujá e manga

Por meio de orientação e acompanhamento técnico do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), o produtor Flávio Nascimento Leite, do município de Ananás, extremo norte do Estado, recebeu, na quinta-feira, 3, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) o registro sanitário que o autoriza a comercializar sua produção de polpa de fruta. 

Segundo Flávio Nascimento Leite, desde 1999, ele vem investindo na produção de polpas, mas somente com o apoio do Ruraltins conseguiu ver seu sonho realizado, a instalação da agroindústria e o registro sanitário. “O apoio do Ruraltins foi muito importante para que eu chegasse até aqui. Hoje, posso comercializar em todos os mercados, inclusive para o Programa Aquisição de Alimentos [PAA], mais conhecido como Compra Direta Local, e o Programa Nacional de Alimentação Escolar [PNAE]”, disse.

Ainda de acordo com Flávio Nascimento, em sua propriedade rural, são produzidas frutas como goiaba, maracujá, manga, dentre outras, que irão abastecer sua agroindústria. “Temos capacidade para processar de 800 a 1.000 kg de polpas por dia. Quero também comprar a produção de frutas de outros produtores da região e assim incentivar a geração de renda no nosso município”, acrescentou.

O engenheiro de alimentos do Ruraltins, Reldson Leal, acompanha o produtor desde 2015. Conforme o engenheiro, o produtor recebeu orientações e assistência em todas as fases de implantação da agroindústria. “Procuramos dar todas as orientações necessárias com relação à produção e ao processamento de alimentos, tais como, capacitação em boas práticas de fabricação de alimentos, forma correta de produção para garantir a qualidade e segurança dos produtos, orientação quanto ao layout da indústria, qualidade da água, manejo dos resíduos, controle integrado de pragas, higiene dos alimentos e industrial”, afirmou engenheiro.

Ainda de acordo com Reldson Leal, com a obtenção do registro sanitário cedido pelo Mapa, os benefícios para o produtor são muitos. “O registro garante uma qualidade e segurança do produto. Hoje, o produtor pode comercializar suas polpas em todo o território brasileiro”, frisou.

O presidente do Ruraltins, Pedro Dias, destaca que as agroindústrias são de extrema importância para o desenvolvimento econômico e social de uma região e nesse sentido, o órgão tem intensificado seu trabalho com aos produtores, citando como exemplo a assinatura do Termo de Cooperação Técnica com os municípios na implantação dos Serviços de Inspeção Municipal (SIM).

“Com a assinatura do termo, o Ruraltins disponibiliza seu corpo técnico, tais como, veterinários, engenheiro de alimento, agrônomos, nutricionistas, dentre outros profissionais do órgão, que vão auxiliar os produtores seja na implantação, na formalização das agroindústrias ou com cursos de capacitação. A intenção é firmar parcerias com todos os municípios e com isso, mais produtores terão acesso ao SIM”, informou o presidente.

Termo de Cooperação

O Termo de Cooperação Técnica que viabiliza a implantação dos Serviços de Inspeção Municipal (SIM) tem por objetivo prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), compreendendo a promoção de inovação tecnológica e o acesso aos programas e políticas públicas que estimulam o desenvolvimento rural sustentável dos municípios, como também visam estimular e fortalecer a instalação de agroindústrias de pequeno porte.

Os serviços prestados pelo Ruraltins deverão abranger as culturas e as criações apontadas pelos municípios como prioridades, com foco na produção, nutrição, saúde, educação, associativismo e comercialização, e obedecendo a um plano anual de trabalho elaborado em conjunto entre as partes envolvidas.

 

 

Last modified onSegunda, 07 Agosto 2017 17:36

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.